Como desenvolver uma rede de contatos foda. It´s Networking Baby.


Quer saber como aumentar e melhorar a sua rede de contatos? Clica aí! www.claudiogabilan.com.br

O nome é bonitinho não é? Mas você vai se frustrar! Porque? Por que você vai ter de se relacionar com PESSOAS, e isso meu amigo, é FODA!

É importante você entender que existe uma diferença entre contatos (amigos/colegas/parentes) e contatos profissionais.

As pessoas nos dias de hoje enxergam o próximo deste jeito: “O que essa pessoa tem para me oferecer?” Chegam para conversar com você com os botões de 2° e 3° intenções ligados no talo! E isso é totalmente normal,

E de tudo o que você procurar na internet à fora sobre este assunto, eu te garanto que ninguém vai falar sobre Networking como você vai ler aqui. Acredite, eu pesquisei! O que me deixa puto, é que ninguém fala sobre como as pessoas te julgam o tempo todo, te olham de cima em baixo, olham a quantidade de seguidores que você tem, se você é “famosinho”. É possível nos dias de hoje desenvolver sim uma rede de contatos profissionais saudável, com pessoas do bem e que vão te ajudar quando você precisar delas. É raro, mas é possível.

Relacionamentos são feitos com base no interesse mútuo, não seja tão inocente.

Muitas pessoas já conhecem a minha história, e eu não vou aqui me prolongar mais uma vez sobre isso, mas eu preciso contar um trecho pra gente continuar.

Quando eu voltei pro Rio de Janeiro com meus pais, eu fui procurar por uma faculdade (vale lembrar que na época não tinham: ENEM, CISU, PROUNI…) para enfim me graduar. E foi aí que me deparei com os altos custos de uma faculdade no Brasil. Meu salário era de R$ 320 mensais como auditor de telemarketing na época e a mensalidade da graduação pouco mais de R$ 980 reais. Como venho de família muito humilde, aposentados, eu não podia contar com a ajuda dos meus pais.

Foi aí então que decidi pegar toda a grade do que era ensinado na graduação que eu queria (Design Digital), da instituição que eu queria e montei a mesma grade em casa, afinal de contas o que eu queria era o conteúdo, o conhecimento. E foi nesse momento que eu entendi o valor de desenvolver o meu networking ( e eu nem sabia o que era isso). Como eu estudava em casa, eu tinha muitas dúvidas.

Então o que eu fiz? Entrei em contato com os professores da instituição, contei a minha história e pedi a ajuda deles. Alguns deles se negaram a me ajudar, porém uns 2 ou 3 se compadeceram de mim e me deram seus e-mails e telefones. Durante alguns meses eu paguei o almoço deles para tirar as dúvidas ali mesmo, almoçando no McDonnalds ou em algum restaurante próximo à faculdade. Eu não sabia, mas eu estava desenvolvendo meu networking.

Como desenvolver uma rede de contatos profissionais?

Todos os dias nós somos apresentados à uma infinidade de pessoas, o que você precisa fazer é ter um plano assim como você faz para sua empresa quando busca parceiros, fornecedores, etc…

Lembrando que isso não é uma regra, é só o que funcionou para mim e modéstia à parte eu tenho uma rede foda!

Uma coisa que eu sempre faço após identificar uma necessidade é, por exemplo:

Se eu tenho uma startup, em algum momento eu vou precisar de investidores. Caso eu não esteja incubado ou em uma aceleradora, o que geralmente faço é buscar por instituições, olho nos contatos que já tenho e pergunto se podem me indicar alguém com essa qualidade e caso não possam, eu vou pro Google, facebook e LinkedIn.

Envio uma solicitação de amizade com uma mensagem de apresentação, caso demore muito para me aceitar eu entro em contato via telefone ou se for no meu estado faço uma visita pessoalmente. Mas o que me ajuda muito hoje em dia é ter uma planilha no Excel mesmo, com os meus melhores contatos separados por categorias.

Mais ou menos assim:

Eu sei, dá um puta trabalho manter atualizada essa planilha e organizar também. Mas, meu amigo vale muito a pena.

Como fazer a abordagem (Ativando contatos)

Antes de fazer uma abordagem é IMPORTANTÍSSIMO que, você não faça essa abordagem apenas se você tiver interesse em fazer uma transação comercial, ou deixar transparecer que sua intenção é puramente “business”. E nunca, NUNCA USE as pessoas! Respeite as pessoas, todos devem sair ganhando nessa relação de negócios. Você quer chegar em algum lugar e essa pessoa pode te ajudar, nada mais justo que você dar algo em troca.

O primeiro contato geralmente é muito frio, então caso você aborde alguém no ambiente digital, faça uma breve apresentação sobre você e caso tenha algum contato em comum é bom fazer esta citação, para criar um ponto em comum entre vocês. Isso ajuda a outra parte a ter mais confiança em você, baseado no sentimento que ela tem com essa pessoa em comum.

Leia Também: Como fazer marketing pessoal

Ponto de atenção: Se ela não tiver bons sentimentos sobre essa pessoa em comum, crie um novo ponto em comum rapidamente e seja transparente em sua abordagem.

Eu costumo abordar nas redes sociais: Facebook e LinkedIN. sempre com uma mensagem de apresentação breve.

Caso você queira estreitar o relacionamento ou aproveitar melhor a oportunidade, uma coisa que sempre fiz e faço até hoje é, agendar uma entrevista com essa pessoa. Quem não quer dar entrevistas nos dias de hoje? Ganhar publicidade gratuita? #FikaDika

Mas nunca seja chato, insistente, se não tiver uma resposta positiva do outro lado, parta pra outra. Como eu disse, as pessoas analisam nosso perfil e caso não se interessem IRÃO SIM, TE IGNORAR.

 

Os graus de afinidade

Dê uma boa olhada nessa imagem porque ela resume muito sobre a qualidade e o nível de aproveitamento do seu network.

Existe aquela famosa pesquisa que diz: Nós somos o resultado das 5 pessoas com quem mais passamos tempo. e de certa forma isso faz muito sentido quando se fala sobre Network, principalmente por nós sermos um “produto do meio” ou seja, nós somos seres totalmente influenciáveis da mesma maneira que o corpo humano é adaptável às situações cotidianas. Quando você está com calor, o seu corpo produz um auto-resfriamento ao qual chamamos de suor, e isso é só um exemplo de como podemos ser adaptáveis. É automatico, você não tem controle sobre isso, não pensa pra executar essa tarefa. Com os contatos é exatamente assim, quando você vê… já se influenciou.

Você pode não estar usufruindo 100% da sua rede de contatos. Não chamamos de “rede” atoa, Vemos isso claramente no Facebook quando ele te mostra os “amigos em comum” ou no LinkedIN onde ele mostra realmente o seu Grau de afinidade com um determinado contato. Você sem dúvida nenhuma pode ampliar a sua rede de contatos fazendo uma breve análise, de quem você é e de quem você precisa estar perto.

Como aumentar minha rede de contatos?

1 – Talvez você possa estar se fechando para muitas oportunidades, qual foi o último evento que você participou, não necessariamente do seu nicho de atuação? Faz um teste frequente algum evento na sua cidade mesmo e não vá armado com um milheiro de cartões de visita, hoje em dia temos whatsapp.

2 – SEJA CARA DE PAU! (Melhor dica pra você) adicione mesmo, se tiver perfil cai dentro desse botão “Adicionar como amigo” e para de ficar pensando muito.

3 – É muito importante estar sempre atualizando a sua rede de contatos com informações sobre você, se você for dar uma palestra, lançar um livro, midar de nicho, se você tiver alguma novidade, conte-os!

4 – Procure estar SEMPRE DISPONÍVEL para a sua rede, é importante manter contato constante e sempre que puder agendar um almoço ou um bate papo via skype.

5 – Faça sempre uma limpeza em suas redes sociais, contatos que não interagem mais, pessoas falecidas com perfis ativos nas redes sociais, procure deixar a sua rede o mais saudável possível com pessoas que realmente você interage, além do mais isso vai dar mais “espaço” pra novos contatos.

6 – Prefira os contatos presenciais, aqueles que você aperta a mão e olha nos olhos, esses tendem a ser os mais duradouros, caso o seu primeiro contato tenha sido pelo digital, dê um jeito de trazer isso pro físico o quanto antes.

7 – Não pense que seu contato deve ser 100% profissional, nós somos seres humanos não converse apenas sobre trabalho e mercado, isso é um porre. As pessoas querem se relacionar, e isso também vai ajudar a criar novos pontos de conexão, consequentemente a confiança entre vocês e claro pode render ótimas indicações à novos contatos.

Uma coisa importante frisar é que: Não é a quantidade de gente que você conhece e sim a qualidade desse seu conhecimento, o seu nível de relacionamento. Desenvolva relacionamentos saudáveis e com qualidade.

 

Este artigo foi útil pra você, Compartilha aê! Ficou com alguma dúvida ou achou que faltou alguma coisa, coloca nos comentários aqui em baixo! 🙂

Até breve!