Se você é iniciante ou tem uma empresa há muitos anos este com certeza é um assunto que irá te interessar, O Fluxo de Caixa é o grande responsável pela sobrevivência de todo negócio, E ele começa mesmo antes do seu negócio existir. Ou talvez, você seja apenas um fã de House of cards curioso 😉

Como todo fluxo ou ato de movimento contínuo como numa rodovia, temos as idas e vindas. E o Fluxo de caixa resumidamente é isso, as idas e vindas do “precioso” (dinheiro), Serve para controlar o que entra de dinheiro e o que sai de dinheiro da sua empresa. Mas sinceramente, é impossível falar de fluxo de caixa sem falar na relação que o Brasileiro tem com dinheiro.

Eu convidei um amigo o Bruno Papi que é co-fundador da escola de investimentos Criando Futuro e investidor desde 2012, viciado em café e viagens (descrição dele), para falar um pouco sobre essa relação que nós Brasileiros temos com o dinheiro e se liga na visão dele, me diz se não é exatamente assim:

“Podemos enumerar diversos assuntos que geram discussão entre os brasileiros e são até considerados tabu, mas experimente falar sobre dinheiro em uma roda de amigos. A chance deles fecharem a cara para você ou até de alguém sair da mesa, são bem altas.

Os brasileiros e o dinheiro não têm a melhor das relações e não digo isso por causa da economia, porque crises existem em todos os países, mas porque não existe uma vontade real de aprender a lidar com esse assunto.

Talvez você tenha pensado agora:

– Ah, eu gosto de dinheiro, não sou uma dessas pessoas!

Uma coisa é gostar de dinheiro e todas as pessoas normais gostam disso, outra coisa bem diferente é entender a importância de um fluxo financeiro, por isso, quero fazer algumas perguntas.

  • Quantas vezes você olhou o seu extrato esse mês?
  • Qual o saldo na sua conta nesse momento?
  • Quanto é o seu salário por hora?
  • O seu fluxo financeiro desse mês foi positivo ou negativo?

Não vale consultar! Aposto que você não soube responder alguma dessas questões e isso é bem normal.

Para tomarmos decisões com eficiência precisamos de informação e esse hábito de lidar com o dinheiro não é algo que é ensinado na maioria das escolas ou mesmo em nossas casas, são raras as famílias que conversam abertamente sobre finanças.

Quando compreendemos que o nosso mês é composto por receita e despesas, como em uma empresa, fica mais fácil decidir o que fazer com o salário. Por exemplo, comprar ou não um tênis novo, fazer uma viagem, guardar para emergências ou investir para gerar mais renda.

Essa informação é obtida quando você faz um fluxo de caixa. Nesse fluxo você controla tudo o que você ganha e gasta, sabendo exatamente quanto sobra ou falta, sendo possível planejar uma ação com base nesse dado. Posso gastar mais? Consigo investir algum dinheiro? Preciso fazer um freelance para deixar as contas em dia?

Esse fluxo de caixa pode ser feito de diversas formas e não existe um jeito certo. Algumas pessoas usam planilhas, outras um caderno e, hoje em dia, muitos aplicativos também fazem isso e facilitam bastante o trabalho.”

Eu comecei a organizar melhor o meu fluxo de caixa quando eu comecei a entender que ele começava em uma mudança de hábito e em minha forma de me relacionar com o dinheiro como você leu aí acima com o Bruno Papi.

O QUE DEVE CONTER NUM BOM FLUXO DE CAIXA?

Basicamente o que deve conter é: Receitas (entradas) e Custos (saídas). Porém você precisa especificar com muito detalhe cada ponto dessas entradas ou saídas e é por isso que é bom manter o hábito de pedir notas fiscais de tudo o que se comprar (isso ajuda no controle).

Em que podemos classificar as entradas e saídas?

É importante você entender o que são: compras à prazo ou recebimentos parcelados, tudo o que for à vista, Impostos, Funcionários (salários e demais custos), é importante também você definir o que são custos fixos e variáveis, custos com bancos e se tiver sócio na sua empresa é bom que esteja especificado na sua planilha as retiradas dos sócios, como Pro-labore.

Existem ótimas plataformas online e aplicativos que podem te ajudar com isso mesmo que você nunca tenha feito um Fluxo de Caixa na sua vida. Por muito tempo eu usei o ZeroPaper, que te gera uns gráficos ótimos e te dá previsão dos seus custos e receitas. Assim como ele, também existe uma outra plataforma ótima que é o ContaAzul, com funcionalidades parecidas.

O mais difícil mesmo, não é você saber gerir um fluxo de caixa e sim criar o hábito de alimentar isso, anotar exatamente tudo o que gastar e classificar isso, da mesma forma com tudo o que entrar na conta.

Da uma olhada nesse vídeo da galera do Manual do Homem Moderno só pra ficar um pouco mais claro:

Ficou mais Claro agora?

Sério, assista o vídeo se você não viu… É serio hein!

Tem alguma dúvida, acha que ficou faltando mais informações? Então senta o dedo nos comentários ai! 😉